British Shorthair

História do British Shorthair


Desde 1870 que gatos semelhantes aos atuais British Shorthair vinham sendo mostrados em exposições inglesas. No entanto o British Shorthair começa a ter seu fenótipo definido apenas por volta de 1890 quando o inglês Harrison Weir inicia um trabalho de cruzamentos seletivos entre gatos de origem caseira, gatos de rua e gatos de fazendas. Foi a partir dessa seleção feita por Weir que, no final do século 19, o British Shorthair era a raça mais popular de gatos a participar de exposições felinas na Inglaterra.

Um pouco mais tarde, no inicio do século 20, com a chegada dos gatos persas à Inglaterra, o British Shorthair perdeu sua popularidade que só veio a ser retomada nos anos 1930.

Com o advento da II Guerra Mundial e todas as consequentes dificuldades dai derivadas, as exposições de gatos perderam espaço na Inglaterra e Europa continental e assim, no inicio dos anos 50, a raça British Shorthair quase desapareceu.

No entanto a partir desses tempos difíceis, com escassez de recursos e de material genético, alguns criadores partiram para cruzamentos entre Persas e British Shorthair, fazendo com que estes últimos adquirissem a aparência fofa e arredondada, parecendo pequenos ursos, que possuem até os dias de hoje.
Foi nos anos 70 que a raça British Shorthair chegou aos EUA cativando então muitos entusiastas.

Originalmente o British Shorthair era chamado de British Blue, devido a sua cor original ser apenas cinza ardózia. Hoje em dia o British Shorthair existe nas mais variadas cores de gatos porém sempre mantendo, na medida do possível, a mesma aparência de pequenos ursos.

Personalidade do British Shorthair

Devido sua natureza calma, seu baixo nível de atividade e seu miado baixo, o British Shorthair é um excelente gato para viver em apartamento. Embora o British Shorthair seja um excelente caçador, ele não tem necessidade de grandes espaços e a maioria deles não tem o habito de subir em móveis ou janelas, razão pela qual suas vasilhas de água e de comida devem permanecer no chão.

São gatos de baixa manutenção sendo que uma escovação semanal é suficiente para mantê-lo limpo e livre do excesso de pelos.

O British Shorthair é um gato razoavelmente independente e por essa razão não tem necessidade constante de presença humana. Ao mesmo tempo em que ele passa muito bem seu dia sozinho, dormindo ou tomando um banho de sol, é também um gato leal a família e bastante amigável com outros gatos e animais.

São gatos naturalmente saudáveis e não possuem nenhuma doença específica de sua raça.